Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Programa de fomento rural é discutido em Live

Notícias

Programa de fomento rural é discutido em Live

Numa ação executada pela Empresa Paraibana de Pesquisa, Extensão Rural e Regularização Fundiária - EMPAER, empresa vinculada à SEDAP, o Governo do Estado irá atender as famílias de agricultores familiares em situação de extrema pobreza, residentes no semiárido paraibano, serão beneficiadas através do Programa de Fomento às Atividades Produtivas Rurais. Toda a sistemática de atendimento e funcionamento deste programa foi apresentada durante Live, na sexta-feira, dia 10.

Neste ano, o programa prevê a inclusão de mil novas famílias em 43 municípios do semiárido, onde cada umas dessas famílias irão receber um fomento no valor de R$ 2.400,00, repassados em duas parcelas, para a implantação de projetos produtivos, atividades estas que irão gerar trabalho e renda. Na fase anterior, o governo havia trabalhado com quatrocentas famílias, através do Acordo de Cooperação Técnica celebrado com o Ministério da Cidadania.

Na Live sobre o Programa de Fomento às Atividades Produtivas Rurais, os técnicos explicaram que a seleção prévia das famílias que participam do Fomento Rural é feita a partir dos dados do Cadastro Único, mantido pelo Ministério da Cidadania, onde essa lista orientadora ajuda na identificação as famílias mais vulneráveis. Porém, pode ser realizado a busca ativa no intuito a encontrar e selecionar outras famílias que não estavam na lista orientadora, desde que sejam cumpridos os requisitos para inclusão no Fomento Rural.

Após a seleção de todas as famílias e respeitando as recomendações das autoridades sanitárias nesta fase de pandemia, a próxima etapa será a elaboração do diagnóstico familiar e projeto produtivo a ser desenvolvido pela família. Feita a inscrição e liberada a parcela, a EMPAER acompanhará a implantação do projeto.

Entre os projetos produtivos, podemos destacar a criação de pequenos animais, cultivo de hortas, artesanato, produção de polpas e outras atividades, desde que seja no meio rural. Com isso, as famílias passam a ter seu próprio sustento, saindo do estágio de vulnerabilidade social.

Esta fase do Programa vai até o ano de 2022, contemplando os municípios localizados nas regiões administrativas da EMPAER em Sousa, Cajazeiras, Catolé do Rocha, Princesa Isabel, Pombal, Itaporanga, Itabaiana e Guarabira. As famílias serão acompanhadas em todo o processo de execução do projeto produtivo e também orientadas, a buscarem o acesso a outros programas de inclusão social.

Executado pela EMPAER, os recursos do fomento são repassados pelo Ministério da Cidadania, contando com parcerias de prefeituras municipais, associações comunitárias, Conselhos Municipais de Desenvolvimento Rural Sustentável, entre outros. A empresa já atendeu mais de 7.000 famílias de agricultores familiares no Programa de Fomento às Atividades Produtivas Rurais, a exemplo do Plano Brasil Sem Miséria, Projeto Dom Hélder Câmara e Acordo de Cooperação Técnica.

A Live teve como debatedores os Engenheiros Agrônomos José Sales Júnior e Carlos José, ambos da EMPAER e mediadores Thyago Maia, Eliézia Paulino e Justino Vieira.

Veja a live no Canal Empaer no YouTube.

Voltar para o topo
Secretaria de Estado da Comunicação Institucional