Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Polícias da Paraíba e Ceará se unem em ação para prender suspeitos de atirarem contra viaturas em Cachoeira dos Índios

Notícias

Polícias da Paraíba e Ceará se unem em ação para prender suspeitos de atirarem contra viaturas em Cachoeira dos Índios

As Polícias Civil e Militar da Paraíba, com o apoio de policiais civis e militares do Estado do Ceará realizaram uma ação na noite desta quinta-feira (11) na cidade paraibana de Cachoeira dos Índios, em busca de cinco homens que reagiram a uma abordagem e efetuaram disparos contra viaturas do Grupo Tático Especial (GTE) da Polícia Civil e do BOPE, da Polícia Militar.

Segundo o delegado Sylvio Rabelo, da 3ª Superintendência de Polícia Civil no Sertão, disse que a atitude deu origem a uma perseguição policial e os suspeitos acabaram perdendo o controle do veículo, mas conseguiram sair do carro e adentraram em um matagal na zona rural do município de Cachoeira dos Índios-PB.

“Durante a perseguição, um policial militar do BOPE e um popular foram atingidos com um disparo de arma de fogo. Ao entrarem para o matagal, as polícias da Paraíba entraram em contato os policias do Estado do Ceará, ocasião em que fora realizado um grande cerco, com os policiais estrategicamente posicionados durante toda a madrugada”, relatou Sylvio Rabelo.

Ao amanhecer o dia, através das diligências realizadas, os cinco suspeitos foram identificados, sendo três menores e dois maiores. “No início da manhã, as equipes policiais apreenderam dois menores nas proximidades do Posto Arizona, município de Cachoeira dos Índios-PB. Próximo dalí, no Sítio Taboca, ainda em Cachoeira, foi apreendido outro menor identificado como filho do líder do grupo”, revelou.

As diligências continuaram no Sítio Felizardo, município de Ipaumirim-CE, onde foi localizado e preso o suspeito apontado como o chefe da quadrilha. “Um único suspeito continua foragido, mas já identificado pela polícia. Após quase 24h de diligências ininterruptas, a operação foi concluída com sucesso”, concluiu o delegado.

Para o Tenente Coronel Terceiro, Comandante do 6º BPM, de Cajazeiras-PB, a união entre as polícias foi fundamental para possibilitar uma resposta rápida e eficiente.

O delegado seccional Glauber Fontes, da Seccional de Polícia Civil em Cajazeiras, também ressaltou a integração entre as forças de segurança e disse que esse tipo de prisão é exemplar.

“Tem um efeito muito positivo para a população dos Estados da Paraíba e do Ceará. Tanto o policial militar quanto o popular da cidade de Cachoeira dos Índios, que foram atingidos, não tiveram ferimentos graves e já receberam alta médica”, destacou.

A população pode colaborar com a Polícia Civil fazendo qualquer tipo de denúncia através do Disque-Denúncia pelo número 197. A ligação é gratuita e a identidade do denunciante ou da denunciante será mantido sob sigilo.

 

Assessoria de Imprensa. Polícia Civil da Paraíba

Acessar


Esqueceu sua senha?
Voltar para o topo
Secretaria de Estado da Comunicação Institucional