Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Programa Espaço Cultural celebra Dia de África
Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Programa Espaço Cultural celebra Dia de África

Notícias

Programa Espaço Cultural celebra Dia de África

O programa Espaço Cultural, desta quinta-feira (20), celebra a África e traz uma entrevista com o cantor e compositor Nélio Torres. O Dia de África, comemorado no próximo dia 25, também terá canções. Editado e apresentado pelo jornalista Jãmarrí Nogueira, o programa realizado pela Fundação Espaço Cultural da Paraíba (Funesc) vai das 22h à meia-noite, somente com música da Paraíba, na Rádio Tabajara FM (105,5).

O primeiro bloco contará com canções de Chico César, Adeildo Vieira, Gláucia Lima, Escurinho, Didi Machado, Berimbaobab, Seu Pereira e outros artistas paraibanos influenciados pelos ritmos africanos. A celebração segue no segundo bloco com músicas interpretadas por Regina Brown, Soraia Bandeira, Mirandinha do Samba, Polyana Resende e outros grandes nomes da cena paraibana.

O terceiro bloco será todo dedicado a uma entrevista com o cantor e compositor paraibano Nélio Torres. Além do papo, traz algumas das músicas do artista da Paraíba. No quarto bloco, finalizando o programa, mais 30 minutos de músicas da cena paraibana, incluindo uma nova parceria entre Jarbas Mariz e Dida Fialho.

O programa Espaço Cultural – que só toca música da Paraíba - pode ser ouvido pelo site https://radiotabajara.pb.gov.br/radio-ao-vivo/ e, no dia seguinte à apresentação, fica disponível no canal da Funesc no YouTube.

Nélio Torres – Cantor, compositor, violonista, pesquisador musical e do folclore brasileiro, além de mestre de Cavalo Marinho, o paraibano atuou como educador musical em creches e escolas da cidade do Rio de Janeiro, onde residiu entre os anos de 1987 e 2007. Depois, mudou-se para a cidade de Vitória (ES).

Em 2008 lançou o DVD com o documentário ‘Dança do Toré’, com pesquisa e entrevista sobre o ritual indígena das tribos e aldeias do distrito de Potiguara (gravado nas aldeias Aldeia Lagoa do Mato e Aldeia São Francisco), na Paraíba. Em 2013 foi empossado como acadêmico na Academia de Letras e Artes da Serra por seu trabalho como pesquisador musical.

Acumulou diversas premiações pelo MEC (Ministério da Cultura). Detentor de vários prêmios em diversas regiões do Brasil, entre os quais o "Título de Cidadão Espírito-Santense", pela ALES (Assembleia legislativa do Estado do Espírito Santo) no ano de 2014, em Vitória. Atualmente, Nélio mora em Minas Gerais (onde desenvolve parcerias com artistas mineiros) e está pronto para lançar mais um disco.

registrado em: